Cesare Battisti está foragido no Brasil Foto: Reprodução/Twitter

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República informou, nesta sexta-feira (14), que o presidente Michel Temer assinou o decreto de extradição do italiano Cesare Battisti. Ele teve sua prisão preventiva decretada pelo ministro Luiz Fux do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (13).

O italiano foi visto pela última vez no litoral de São Paulo nesta terça-feira (11) e é considerado foragido pela Polícia Federal (PF). Battisti é acusado de ter matado quatro pessoas na Itália nos anos 1970 e foi condenado à prisão perpétua em 1993. Ele mora no Brasil desde 2004.

Fux atendeu a um pedido da Interpol que acusa o italiano cometeu os crimes de evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

A situação de Battisti foi um dos assuntos discutidos pelo presidente eleito Jair Bolsonaro durante a visita do embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini. Bolsonaro se comprometeu a tratar da extradição do italiano. Pelo Twitter, o ministro do Interior e vice-premiê italiano, Matteo Salvini, criticou a “boa vida” que o terrorista tem levado no Brasil. Com informações Pleno News