Da Redação JM Notícia

Chefe de gabinete do deputado Valdemar Junior e assessores são presos na AL-TO

O chefe de gabinete do deputado estadual reeleito Valdemar Júnior (MDB),  Dional Vieira de Sena foi preso na manhã desta quarta-feira (19), durante operação Catase da Polícia Civil na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Além de Dional, foram presos ainda, Dorismar José Benedito Júnior e Luciele Roquete Araujo, ambos assessores do deputado Valdemar Júnior.

Saiba + Lei Orçamentária 2019 e revisão do PPA começam a tramitar na Assembleia Legislativa

Durante a operação, os celulares dos servidores foram apreendidos. O chefe de gabinete Dional Vieira, é ex-prefeito de Aurora do Tocantins.

MPE X DIONAL VIEIRA

Dional Vieira de Sena é acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de emitir 109 cheques sem fundos enquanto exercia o cargo de prefeito de Aurora do Tocantins.

Segundo o MPE,  os 109 cheques sem fundo, somam aproximadamente R$ 800.000,00, além de dispensa indevida de processo licitatório, pagamento de servidora que não é do quadro da educação com verba do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação Básica – Fundeb.

VEJA TAMBÉM
Polícia Civil do Tocantins atua em 4ª Fase da Operação Nacional Luz da Infância

As irregularidades foram constatadas pelo Tribunal de Contas do Estado na análise da prestação de contas do ano de 2008.

MPE pede a cassação dos deputados Nilton Franco, Jair Farias e Dulce Miranda