Da Redação JM Notícia

Chefe de gabinete do deputado Valdemar Junior e assessores são presos na AL-TO

O chefe de gabinete do deputado estadual reeleito Valdemar Júnior (MDB),  Dional Vieira de Sena foi preso na manhã desta quarta-feira (19), durante operação Catase da Polícia Civil na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Além de Dional, foram presos ainda, Dorismar José Benedito Júnior e Luciele Roquete Araujo, ambos assessores do deputado Valdemar Júnior.

Saiba + Lei Orçamentária 2019 e revisão do PPA começam a tramitar na Assembleia Legislativa

Durante a operação, os celulares dos servidores foram apreendidos. O chefe de gabinete Dional Vieira, é ex-prefeito de Aurora do Tocantins.

MPE X DIONAL VIEIRA

Dional Vieira de Sena é acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de emitir 109 cheques sem fundos enquanto exercia o cargo de prefeito de Aurora do Tocantins.

Segundo o MPE,  os 109 cheques sem fundo, somam aproximadamente R$ 800.000,00, além de dispensa indevida de processo licitatório, pagamento de servidora que não é do quadro da educação com verba do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação Básica – Fundeb.

VEJA TAMBÉM
Polícia procura vereadores para cumprir mandatos de prisão: Folha, Negreiros e Freitas

As irregularidades foram constatadas pelo Tribunal de Contas do Estado na análise da prestação de contas do ano de 2008.

MPE pede a cassação dos deputados Nilton Franco, Jair Farias e Dulce Miranda