Da redação JM

Após a notícia de que o pastor Reul Bernardino renunciou à presidência do Gideões Missionários, o deputado Cabo Daciolo manifestou-se nas redes sociais sobre o assunto. Daciolo esteve no Congresso Gideões Missionários da Última Hora no dia 28 de abril e lá sugeriu que os organizadores dividissem o dinheiro arrecadado no evento com os próprios participantes.

Daciolo afirmou no dia que se o dinheiro das ofertas fosse dividido com os presentes, uma vez que muitas pessoas estariam sem dinheiro para se alimentar, Deus iria multiplicar o valor. Porém o desafio não foi aceito pela liderança do Congresso.

‘Alfinetada’

Na noite desta quarta-feira, 19, após a confirmação da saída de Reul Bernadino, Daciolo compartilhou o vídeo de sua participação no congresso em abril e escreveu “Deus está no controle“.

Para os fieis que o acompanham nas redes sociais, a publicação de Daciolo é uma alfinetada na liderança do Gideões por não terem dado ouvido à sua fala.

Entenda

Reul Bernardino anunciou sua renúncia das presidências do Gideões Missionários da Última Hora e também da Assembleia de Deus em Camboriú. Em comunicado divulgado nas redes sociais, o pastor explica os motivos de sua decisão.

VEJA TAMBÉM
Gratidão: Cabo Daciolo pode vir ao Tocantins agradecer aos seus eleitores

Bernardino diz que ao ser procurado pela Convenção CIADESCP comunicou aos seus pares o desejo de ser jubilado e que foi prontamente atendido. “Não suportei mais tanta falsidade e ingratidão. Passo a cuidar de minha saúde daqui por diante e servir a Deus com liberdade”, disse.

Confirmação

O JM Notícia entrou em contato com o pastor Reuel, mas não conseguiu conversar com o mesmo, porém o pastor Cival Cruz, presidente do Gideões Missionários no Tocantins, confirmou a informação e disse ainda que o saída do pastor Reuel se dá “devido às diversas perseguições que ele vem sofrendo ao longo dos anos desde que assumiu a presidência e por isso achou por bem entregar a presidência da igreja e dos Gideões.

Novo presidente

Segundo o pastor Cival Cruz, a liderança do Gideões no Brasil será assumida pelo atual vice-presidente, o pastor Hueslen Ricardo Santos.

O pastor Reuel explica ainda no comunicado que o Gideões passa a ser uma instituição da Convenção de Santa Catarina na presidência do pastor Nilton dos Santos.

VEJA TAMBÉM
Pastor Reuel Bernardino manda recado aos críticos: "o amor é mais forte que o ódio"

Confira o comunicado:

Quero louvar a Deus por tudo que fiz pelo Gideões desde que iniciei com meu saudoso pai. Vos declaro que no dia de hoje, 18, fui procurado pela Convenção e pedi minha jubilação e foi aceito., não suportei mais tanta falsidade e ingratidão. Passo a cuidar de minha saúde daqui por diante e servir a Deus com liberdade. Tributo a Deus e ao meu saudoso pai que procurei honrá-lo e fui com ele até o fim de sua vida.

Agora vou cuidar da minha salvação e de minha querida família. Portanto Gideões passa a ser uma instituição da Convenção de Santa Catarina na presidência do pastor Nilton dos Santos. Já não sou mais presidente do Gideões e também não sou mais presidente da Igreja em Camboriú. Que Deus nos abençoe sempre