Da redação JM

Após a notícia de que o pastor Reul Bernardino renunciou à presidência do Gideões Missionários, o deputado Cabo Daciolo manifestou-se nas redes sociais sobre o assunto. Daciolo esteve no Congresso Gideões Missionários da Última Hora no dia 28 de abril e lá sugeriu que os organizadores dividissem o dinheiro arrecadado no evento com os próprios participantes.

Daciolo afirmou no dia que se o dinheiro das ofertas fosse dividido com os presentes, uma vez que muitas pessoas estariam sem dinheiro para se alimentar, Deus iria multiplicar o valor. Porém o desafio não foi aceito pela liderança do Congresso.

‘Alfinetada’

Na noite desta quarta-feira, 19, após a confirmação da saída de Reul Bernadino, Daciolo compartilhou o vídeo de sua participação no congresso em abril e escreveu “Deus está no controle“.

Para os fieis que o acompanham nas redes sociais, a publicação de Daciolo é uma alfinetada na liderança do Gideões por não terem dado ouvido à sua fala.

Entenda

Reul Bernardino anunciou sua renúncia das presidências do Gideões Missionários da Última Hora e também da Assembleia de Deus em Camboriú. Em comunicado divulgado nas redes sociais, o pastor explica os motivos de sua decisão.

VEJA TAMBÉM
Estão abertas inscrições para cantores participarem dos Gideões Missionários no Tocantins

Bernardino diz que ao ser procurado pela Convenção CIADESCP comunicou aos seus pares o desejo de ser jubilado e que foi prontamente atendido. “Não suportei mais tanta falsidade e ingratidão. Passo a cuidar de minha saúde daqui por diante e servir a Deus com liberdade”, disse.

Confirmação

O JM Notícia entrou em contato com o pastor Reuel, mas não conseguiu conversar com o mesmo, porém o pastor Cival Cruz, presidente do Gideões Missionários no Tocantins, confirmou a informação e disse ainda que o saída do pastor Reuel se dá “devido às diversas perseguições que ele vem sofrendo ao longo dos anos desde que assumiu a presidência e por isso achou por bem entregar a presidência da igreja e dos Gideões.

Novo presidente

Segundo o pastor Cival Cruz, a liderança do Gideões no Brasil será assumida pelo atual vice-presidente, o pastor Hueslen Ricardo Santos.

O pastor Reuel explica ainda no comunicado que o Gideões passa a ser uma instituição da Convenção de Santa Catarina na presidência do pastor Nilton dos Santos.

VEJA TAMBÉM
Gideões divulga nome do novo presidente e despedida de Reuel Bernardino; confira

Confira o comunicado:

Quero louvar a Deus por tudo que fiz pelo Gideões desde que iniciei com meu saudoso pai. Vos declaro que no dia de hoje, 18, fui procurado pela Convenção e pedi minha jubilação e foi aceito., não suportei mais tanta falsidade e ingratidão. Passo a cuidar de minha saúde daqui por diante e servir a Deus com liberdade. Tributo a Deus e ao meu saudoso pai que procurei honrá-lo e fui com ele até o fim de sua vida.

Agora vou cuidar da minha salvação e de minha querida família. Portanto Gideões passa a ser uma instituição da Convenção de Santa Catarina na presidência do pastor Nilton dos Santos. Já não sou mais presidente do Gideões e também não sou mais presidente da Igreja em Camboriú. Que Deus nos abençoe sempre