Da redação

Contribuintes poderão pagar em parcela única com 10% desconto, parcelar em dez vezes ou ainda em cota única sem desconto. Foto: reprodução

O pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2019 terá mudança na forma de pagamento. Agora, os proprietários poderão pagar em parcela única com desconto de 10%, até o dia 15 de janeiro. Também será possível parcelar o valor em 10 vezes ou pagar em parcela única, sem desconto, no mês de outubro. O Estado tem uma frota de 597 mil veículos à expectativa do governo é arrecadar R$ 279 milhões.

Conforme a Secretaria do Estado da Fazenda (Sefaz), os proprietários devem ficar atentos porque a nova forma de pagamento vale para todos os veículos, independente do final da placa.

Além disso, quem optar por pagar o imposto de forma parcelada também deverá quitar a primeira parcela dia 15 de janeiro.

Sancionada lei que proíbe apreensão de veículos por atraso de IPVA no Tocantins

Como calcular

Os proprietários podem calcular quanto terão de pagar de imposto multiplicando o valor venal do bem pela alíquota referente ao tipo de veículo. A Secretaria da Fazenda considera o preço disponível na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a Tabela Fipe. (Veja a fórmula abaixo)

As alíquotas do IPVA para cada categoria são: 1,25% para veículos terrestres utilizados no transporte de passageiros e de cargas, como ônibus, microônibus e caminhão, caminhão trator e cavalos mecânicos; 2% para veículos aéreos, aquáticos.

VEJA TAMBÉM
Sancionada lei que proíbe apreensão de veículos por atraso de IPVA no Tocantins

Os veículos automóveis de passageiros, camionetas pick-up e furgões equipados com motor de até 100 HP de potência bruta (SEAE) têm a alíquota é de 2,5%; assim como motocicletas e ciclomotores equipados com motor de até 180 cm3 de cilindrada, veículos adquiridos e destinados exclusivamente à locação e outros veículos automotores.

No caso de veículos automóveis de passageiros, camionetas pick-up e furgões equipados com motor acima de 100 HP de potência bruta (SEAE) e motocicletas e ciclomotores equipados com motor acima de 180 cm3 de cilindrada, o valor é de 3,5%.

Fórmula

Primeiro, deve se localizar o modelo e ano do seu veículo na tabela para saber o valor venal. Então, para calcular o valor do imposto é preciso aplicar a alíquota sobre o valor venal, como no exemplo abaixo:

Valor venal do veículo: exemplo: R$ 20.050

Alíquota: 2%

Cálculo: 20.050 x 0,02 = R$ 401 é o valor que será cobrado no IPVA.

Como pagar

O boleto para pagamento do imposto estará disponível no site da Sefaz a partir do próximo dia 1º de janeiro. Quem fizer o parcelamento só vai receber o licenciamento anual do veículo quando quitar a última parcela.

VEJA TAMBÉM
OAB-TO prepara ação contra recolhimento automático de veículo devedor de IPVA no TO

Porém, quem está com o IPVA do exercício de 2018 pago terá o licenciamento do veículo em dias até 15 de outubro de 2019.

O seguro obrigatório DPVAT é pago por meio de outro documento, que estará disponível juntamente com o IPVA. A data para pagar o DPVAT geralmente é fixada levando em consideração a última parcela do IPVA, nos casso em que o valor do imposto é parcelado.