Da redação JM

Pastor e deputador federal pela Bahia, Abílio Santana é um dos conferencistas pioneiros no maior congresso de missões do país. Foto: Reprodução

Um dos pregadores mais conhecidos do país e agora deputado federal pela Bahia, pastor Abílio Santana, é um dos conferencistas pioneiros do maior congresso missionário do país e se manifestou diante das últimas mudanças ocorridas após a renúncia do pastor Reuel Bernardino. Abílio, como sempre, falou esclarecidamente de sua visão sobre o futuro do congresso e da AD Camboriú.

Em fala ao site Buxixo Gospel, o conferencista diz não saber se será ou não o fim do congresso, mas espera, antes de dar sua opinião final, a conclusão das investigações do Ministério Público.

Não vou tomar nenhuma atitude precipitada, vou estar calado, vou fazer o que a Bíblia diz e vou continuar orando“, pontuou Abílio após dizer que o Gideões trata-se mais de um “departamento” e como todos, diferente da Igreja, tem “início, meio e fim“, mas deixou claro que não afirma que seja o fim do congresso.

Pastor Abílio Santana tem conta do Facebook suspensa por criticar concurso de “Jesus Gay”

Elogios

VEJA TAMBÉM
Deputado Abílio Santana é titular da Comissão de Direitos Humanos da Câmara

Abílio Santana fez questão de frisar o legado do Congresso dos Gideões e disse que ele é “um arrebatador de almas das garras de Satanás“.

O Gideões Missionários tem arrancado almas das garras do Diabo o quanto que vocês não imaginam. Eu já viajei com o pastor Cesino para visitar o campo missionário e confesso que voltei com coração mole, quebrantado, com o rosto em lágrimas, dado o sofrimento do campo missionário”, revelou.

Ao final, o pregador, que é um dos destaques do Congresso do Gideões desde seus primeiros anos, disse que espera o “fritar dos ovos para ver se procede ou não” as denúncias feitas.

Ouça:

Saiba mais:

Daciolo fala sobre renúncia do presidente do Gideões: “Deus está no controle”

Gideões divulga nome do novo presidente e despedida de Reuel Bernardino; confira

CIADESCP emite nota oficial sobre a mudança no Gideões e na AD Camboriú; confira

Pastor Reuel Bernardino pede perdão e revela detalhes de sua renúncia em culto de despedida; assista

VEJA TAMBÉM
MPE pede para assumir caso de Abílio Santana e "Bíblia Gay", pastor será investigado por crime de injúria racial

Pastor Reuel Bernardino anuncia renúncia da presidência do Gideões Missionários