Da redação JM

Luana destacou a necessidade do controle das contas do Estado. Foto: Reprodução

governador Mauro Carlesse foi empossado na manhã desta terça-feira, 1º de janeiro, como governador do Tocantins para os próximos quatro anos. A cerimônia de posse de Carlesse e do vice-governador Wanderlei Barbosa teve início às 8h30, na Assembleia Legislativa, onde assinou o Termo de Posse e recebeu a faixa da presidente da Casa, deputada Luana Ribeiro.

Durante as falas dos chefes dos poderes, a austeridade foi o tom dos pronunciamentos realizados na sessão especial de posse do governador Mauro Carlesse (PHS) e do vice Wanderlei Barbosa (SD).

Carlesse toma posse e fala em retomada do crescimento do Tocantins

A presidente da Casa, deputada Luana Ribeiro (PSDB), advertiu para o perigo de “soluções milagrosas” de “parcos recursos” em um “governo de faz-de-conta”.

“O recado das urnas indica que o Tocantins não quer um aventureiro ou um amador, mas o líder para um novo caminho, e a Assembleia está junta ao Executivo na missão de conduzir o Estado em busca de um novo destino”, afirmou Luana.

VEJA TAMBÉM
Léo Barbosa parabeniza ações de Mauro Carlesse à frente do governo do Tocantins

O governador reeleito, por sua vez, reafirmou seu senso de responsabilidade com um Estado “menos corrupto” e com uma “polícia que tire malandro das ruas”. De acordo com Carlesse, seu mandato será um “trabalho para quatro anos, com amigos, para ajudar o Tocantins cada vez mais”. (Glauber Barros)