Evangélico Luiz Carlos do Carmo assume vaga no Senado Federal e comenta posse

O ex-deputado estadual Luiz Carlos do Carmo (MDB) assumiu nesta quarta-feira, 2, a vaga de senador no lugar do atual governador de Goiás Ronaldo Caiado (DEM). A cerimônia de posse aconteceu na presidência do Senado e contou com a presença dos senadores Paulo Rocha (PT-PA), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Marcos Rogério (DEM-RO).

Luiz do Carmo é irmão do pastor Oídes José do Carmo, Presidente da Convenção Estadual e líder da Assembleia de Deus Campo de Campinas, no Estado do Goiás;

“Posso garantir que usarei essa oportunidade para trabalhar muito, e incansavelmente, por nosso estado e por nosso país” prometeu. Luiz já antecipou suas principais bandeiras, que estão diretamente alinhadas ao anseio da população nesta última eleição: combate à corrupção, geração de empregos, reformas fiscais e, principalmente, a Segurança Pública, já que perdeu uma filha vítima de latrocínio.

Sobre o governador do estado, Ronaldo Caiado, o senador afirmou que será um grande parceiro de sua administração. “Vou entrar em uma batalha constante para angariar recursos para Goiás. Tive uma parceria muito produtiva de anos com Caiado e temos uma relação muito próxima que, tenho certeza, será de grande valia ao povo goiano”.

VEJA TAMBÉM
Vídeo: Rocha Miranda declara apoio a Eduardo Gomes

Em relação ao governo Bolsonaro, o senador acredita que não há espaço para erro. “A população deixou claro nas urnas que não está mais disposta a arcar com as consequências dos equívocos da classe política. Bolsonaro, eu, e todos os outros, não temos mais o direito de errar”. Apesar de nunca ter tido uma conversa formal com o presidente, ele afirmou que irá dar o suporte necessário ao novo governo se o capitão realmente cumprir o prometido em campanha.

Empresário, Luiz Carlos nasceu em 1958. Ligado à igreja Assembleia de Deus, foi deputado estadual entre 2006 e 2014. Em entrevista à Rádio Senado, em outubro, ele informou que terá como prioridades do mandato a reforma tributária e a geração de empregos. Luiz Carlos do Carmo terá mandato até 2023. Com informações Senado Notícias