Da redação JM

Pastor Renato Vargens critica pastores que flertam com a esquerda. Foto: Reprodução

Há sim no Brasil uma grande onda conservadora de apoio ao novo governo e parte dela é liderada por muitos pastores que, diante de sua influência, acabam somando junto aos seus fieis mais apoio e força a Bolsonaro.

Em contrapartida, há também inúmeros líderes que flertam com a esquerda e suas ideologias e para estes, o pastor Renato Vargens deixa um alerta: “a preocupação deles não é com o Brasil, mas, sim com seus vínculos políticos e viés ideológico.”

Em outra ocasião ele já afirmou que pastores esquerdistas amam ideologias e se tornaram adversários do povo.

Na declaração divulgada nas redes sociais, o pastor carioca chama a atenção para estes líderes evangélicos que mostram a incoerência por se chamarem cristãos e defender uma ideologia totalmente oposta aos valores conservadores.

“Escola Dominical encontra-se em declínio no Brasil”, alerta pastor Renato Vargens

Confira

SOBRE OS PASTORES QUE SE OPÕEM AO PRESIDENTE BOLSONARO

É possível perceber que a ideologia esquerdista tomou conta do coração de alguns pastores, quando as primeiras palavras nas Redes Sociais sobre a posse do presidente Bolsonaro não foram palavras de oração ou intercessão, mas sim de cobranças, ataques e afirmação de oposição. O que esses pastores deveriam saber é que as Escrituras em primeiro lugar nos ensinam a orar pelas autoridades constituídas e não promover ataques pessoais fundamentados numa ideologia que afronta a Palavra de Deus. As atitudes destes pastores deixaram claro que a preocupação deles não é com o Brasil, mas, sim com seus vínculos políticos e viés ideológico.

VEJA TAMBÉM
Ciro Gomes diz que esquerda precisa ir contra "força neopentecostal"

Renato Vargens