Da redação

A atriz Melissa Joan Hart se tornou conhecida nos anos 90 ao protagonizar a série “Sabrina, Aprendiz de Feiticeira”. Mas sua fé cristã se tornou pública depois de estrelar a sequência de “Deus Não Está Morto”.

Em entrevista ao programa de rádio “Journeys of Faith”, na última quarta-feira (2), Melissa disse que foi criada como católica, mas na idade adulta se tornou presbiteriana.

“A cidade que eu cresci, em Long Island, era muito católica. Mas eu sempre fui muito curiosa e senti que não me conectei na igreja. Eu tentei ler a Bíblia sozinha”, explicou. “Eu sempre tive fé em Jesus como meu Salvador e que Deus estava cuidando de mim e sempre fui muito dedicada à oração. Eu estava sempre tentando ler a Bíblia e tentando descobrir como poderia aprender mais”.

Depois de se casar e planejar uma família, Melissa sabia que tinha que se firmar em uma igreja e solidificar sua fé. Então ela e seu marido, Mark Wilkerson, se estabeleceram em uma igreja presbiteriana.

VEJA TAMBÉM
Fernandinho grava canção tema do filme "Deus Não Está Morto – Uma Luz Na Escuridão"

A atriz afirma que nos momentos de dúvidas, o Espírito Santo provoca mudanças profundas.

“Quando eu tenho grandes perguntas, como: ‘Jesus era um cara legal? Ele era o filho de Deus? Por que Deus se importaria com minha vida quando tem todo o universo?’ Então fecho meus olhos, penso no Espírito Santo e deixo que Ele fale comigo. E você sente esse calor e sente essa mudança. E de repente você pode simplesmente sair dessa fé cega”, declarou.

Ao longo da entrevista, a atriz disse que foi sustentada por sua fé em momentos difíceis. “Deus tem um propósito para tudo. Sem a minha avó ter falecido quando eu tinha 12 anos, sem minha amiga ter morrido aos 32 anos e sem algumas das lutas que passei na vida, não seria a pessoa que sou hoje”, observou.

Ela também disse que sua fé a trouxe a “calma” e a “paz” que ela não tinha quando era adolescente. “Eu poderia estar tão ansiosa sobre certas coisas quanto eu era, como uma adolescente angustiada. Mas agora eu tenho essa compreensão de que tudo vai ficar bem. Esta calma e paz, as pessoas não têm se não tiverem fé”.

VEJA TAMBÉM
Globo lançará filme sobre “Igreja do Diabo”

“Especialmente depois que eu amadureci e estudei mais a Bíblia, não levo tudo tão a sério como costumava fazer; não é vida ou morte”, disse Melissa, acrescentando que agora olha para os momentos devastadores da vida de forma diferente.