Da redação

Nascido em 1937, em Anápolis, Goiás, Lessa atuou na editora durante 41 anos (Foto: Casa Publicadora Brasileira)

O pastor e jornalista Rubens Lessa, que por mais de 41 anos foi editor de livros, revistas e redator-chefe da Casa Publicadora Brasileira (CPB), faleceu na noite deste sábado, 12. Vítima de infarto, ele tinha 81 anos. Seu corpo foi velado no domingo, 13, no auditório da instituição, em Tatuí, interior de São Paulo, e o sepultamento foi feito em Cerquilho, no município vizinho.

Graduado em Teologia pelo Instituto Adventista de Ensino, hoje Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus São Paulo, iniciou seu ministério como pastor distrital em Belém, no Pará. Também atuou no Amapá e foi diretor dos departamentos de Saúde, Liberdade Religiosa, Jovens e Educação na então Missão Baixo-Amazonas, uma das sedes administrativas da Igreja.

“O legado deixado pelo pastor Lessa vai além de sua atuação na Casa Publicadora Brasileira, alcançando a Igreja em toda a América do Sul. Foi um entusiasta, sempre apaixonado pelo movimento missionário da Igreja, e que se encarregava de transmitir com brilhantismo a visão adventista aos seus leitores”, enfatiza o pastor Erton Köhler, presidente da Igreja Adventista para oito países sul-americanos.

VEJA TAMBÉM
Marxismo cultural é debatido em encontro de universitários cristãos

Membro do templo adventista do Inocoop, em Tatuí, era ancião e líder do Ministério da Família. Deixa a esposa, Charlotte Fermum Lessa, com quem foi casado por 50 anos, três filhas e dois netos.

Com informações Notícias Adventistas