Da redação

Termina nesta terça-feira (15) o prazo para pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) com desconto de 10%. O valor também poderá ser pago em cota única sem desconto no dia 15 de outubro ou parcelado em até dez vezes.

No Tocantins, 617 mil veículos precisam pagar o imposto neste ano. A previsão do governo é arrecadar R$ 279 milhões. A nova forma de pagamento vale para todos os veículos, independente do final da placa.

Quem está com o IPVA 2018 pago ficará com o carro em dias até 15 de outubro.

Veja como será o parcelamento

  • A primeira parcela deve ser igual ou superior a R$ 200;
  • Parcelamento é feito automaticamente pelo sistema;
  • Valor é divido no maior número possível dentro das regras;
  • A última parcela será sempre em outubro – assim quem tiver o imposto dividido em quatro parcelas, por exemplo, começa a pagar em julho

Como imprimir o boleto

O boleto do IPVA 2019 deve ser impresso no site da Secretaria de Estado da Fazenda e Planejamento (Sefaz). Para emitir o boleto é preciso informar o número de renavam, placa do veículo e CPF do proprietário.

VEJA TAMBÉM
TCE suspende portaria que criou vistoria ambiental no TO

Depois que os dados são inseridos o sistema oferece o documento com as opções de pagamento.

O que precisa ser pago

Além do IPVA, os proprietários de veículos também terão que emitir os boletos do licenciamento 2019 e do Seguro DPVAT. Os boletos podem ser impressos no site da Sefaz e do Departamento de Trânsito (Detran) ou nos postos de atendimento do Detran.

Tanto o licenciamento anual quanto o Seguro DPVAT devem ser pagos em parcela única, sem desconto, até o dia 15 de outubro.

Onde pagar os boletos

Os donos de veículos poderão pagar os boletos em qualquer banco conveniado ou nos correspondentes bancários. São eles: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bancoob, Itaú, Banco da Amazônia e Bradesco.

Após o pagamento o proprietário precisa ir até o Detran para emitir o documento.

Pagamento duplicado

Quem pagar o imposto duas vezes tem direito à restituição do dinheiro, mediante solicitação e apresentação de documentos comprobatórios. O requerimento deve ser feito em formulário disponível no site da Secretaria da Fazenda.

VEJA TAMBÉM
Juiz suspende portaria que obriga vistorias

Os contribuintes que tiverem dúvida sobre o pagamento do imposto pode ligar no Serviço de Atendimento ao Contribuinte pelo telefone 0800-631144. É possível procurar as agências de atendimento ao público da Sefaz ou do Detran.