Da redação 

Computadores e celulares apreendidos pela polícia — Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal faz na manhã desta terça-feira (22) duas operações contra fraudes bancárias no Tocantins e Goiás. Mandados de prisão preventiva, busca e apreensão estão sendo cumpridos por cerca de 40 policiais. As operações foram chamadas de Spurius II e III. Ainda não se sabe o total de prejuízo causado pelos criminosos.

De acordo com a PF, a organização criminosa é especializada em realizar fraudes bancárias pela internet no Tocantins e Goiás. Os mandados foram expedidos pela 4º Vara Federal de Palmas. Também foi determinado o bloqueio de bens e valores de pessoas e empresas.

Mandados expedidos pela Justiça:

  • Goiânia – um mandado de busca
  • Trindade – um mandado de busca e uma preventiva
  • Paraíso do Tocantins – três mandados de busca
  • Palmas – dois mandados de busca

A Investigação começou após uma fraude ser identificada na agência da Caixa Econômica Federal em Paraíso do Tocantins, região central do estado. Ainda conforme a polícia, o grupo atuava fraudando a emissão de boletos bancários e realizando fraudes pela internet. Depois, o dinheiro era lavado por meio de contas de empresas de fachada.

VEJA TAMBÉM
Anthony Garotinho e Rosinha Matheus são presos no RJ

Ainda não se sabe o prejuízo causado pelos criminosos. O grupo vai responder por organização criminosa, furto qualificado, estelionato, falsificação de documento e uso de documento falso, além de lavagem de dinheiro.

O nome da operação faz referência a palavra latina que significa tudo aquilo que é enganoso, perverso ou inautêntico.

Via G1