Da redação

Professores vão atuar na rede estadual de ensino — Foto: Reprodução

O Governo do Tocantins determinou que 57 servidores da Secretaria de Educação voltem às salas de aula no começo do ano letivo 2019. Eles estavam cedidos para outras secretarias e institutos, mas os atos foram revogados no Diário Oficial desta terça-feira (22). São 53 professores da educação básica, três professores normalistas e um professor graduado.

Segundo o Palácio Araguaia, a medida foi tomada “visando o equilíbrio fiscal e financeiro, a estabilidade administrativa e a eficiência na prestação dos serviços públicos no Estado”. O perfil de formação e atuação de cada um desses profissionais serão avaliados para definir onde cada um vai atuar.

Antes, eles estavam lotados no Naturatins, Detran, o Banco do Empreendedor, a Agência de Defesa Agropecuária, a Agência Estadual de Metrologia, Polícia Militar, Defensoria Pública e as secretarias da Saúde, Administração, Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Desenvolvimento Social, Cidadania e Justiça, e da Segurança Pública.

Até o final de ano passado, a secretaria contava com cerca de 6.400 professores contratados para atender às unidades escolares da rede. O Governo ainda não divulgou quantos contratos vai manter em 2019. Isso só deve ser decidido no fim da reforma administrativa.

VEJA TAMBÉM
Em Ananás, Gaguim declara apoio à pré-candidatura de Carlesse ao Governo

Via G1