Da redação JM

O líder do Caminho da Graça, reverendo Caio Fábio, criticou o fato do deputado e ex-BBB alegar ameaças de mortes para poder deixar o Brasil de maneira definitiva. “Geralmente, quem recebe ameaça de morte está recebendo trote da maldade, porque quem quer matar não manda recado“, alfinetou.

Para reforçar sua opinião, Caio Fábio que decidiu deixar de pastorear a igreja Caminho da Graça recentemente, contou que em sua vida recebeu diversas ameaças de morte. Algumas antes de se converter devido a brigas na juventude, outras por causa de críticas pesadas à teologia da IURD e à “banda podre da polícia“.

VÍDEO: Caio Fábio acusa Edir Macedo de ter tido que “pesca fiéis com merda”

Sobre as recebidas por causa de suas críticas a Edir Macedo, Fábio conta que jamais mudou sua rotina mesmo recebendo cerca de “25 a 30 ameaças por manhã.

Eu nunca mudei um compromisso, nunca levei segurança, sempre andei sozinho, nunca me armei, nunca nada!”, disparou.

VEJA TAMBÉM
Igrejas ocupam mais de 20% da programação da TV aberta

Porém, Caio Fábio revela que somente uma vez “tremeu” ante a uma ameça de morte porque essa incluía detalhes de sua vida e prometia fazer mal a seus filhos.

Nesse dia meu coração tremeu porque eu sabia que era um pessoal que estava só dando de fato um aviso para não realizar o que queriam fazer.

Assista: