Da redação JM

A ponte sobre o rio Tocantins na TO-255, em Porto Nacional, está passando por uma vistoria técnica nesta sexta-feira (1º). Por causa disso, o trânsito está parcialmente interditado e funcionando apenas em meia pista. A avaliação na estrutura está sendo feita por uma equipe de engenheiros da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto). O Corpo de Bombeiros também acompanha a vistoria.

Há anos a ponte de Porto Nacional tem deixado os motoristas com medo da travessia. Isso por que a obra já tem mais de 40 anos e apresenta visíveis problemas estruturais. Nessa semana, o Ministério Público Estadual (MPE) pediu que o governo do estado avaliasse a segurança da estrutura.

População de Porto Nacional prepara manifestação para cobrar reforma da ponte

MPE quer avaliação sobre a segurança da ponte de Porto Nacional e fala em omissão estatal

Vereador faz alerta sobre possível desastre em ponte de Porto Nacional

Desde que foi parcialmente interditada, em setembro de 2011, o trajeto é considerado perigoso. Atualmente, a travessia só é permitida para veículos com até 30 toneladas. No ano de 2014, foi aberto o processo licitatório para a construção de uma nova ponte, mas as obras não começaram.

VEJA TAMBÉM
Ponte de Porto: DPE pede à Ageto garantia de mobilidade de pessoas com emergências em saúde

O trânsito sobre a ponte deve ser totalmente liberado durante a tarde.

Interdição

A ponte sobre o rio Tocantins está parcialmente interditada desde setembro de 2011, conforme decreto do governo do estado. Desde essa época, somente veículos com até 30 toneladas de peso podem passar pelo local. Para chegar à capital, veículos que ultrapassam o limite de peso imposto pelo decreto precisam ir até Paraíso do Tocantins, aumentando a distância em 100 km.

População de Porto Nacional prepara manifestação para cobrar reforma da ponte