Da redação

Apontado como líder de um grupo criminoso que atua na Zona Sul de Campina  Grande e suspeitos de crimes de homicídio, roubo e tráfico, José Digo de Sousa Lima, conhecido como “Purê do Araxá”, se entregou, na madrugada desta sexta-feira (8), a Polícia Civil.

Com um bíblia na mão, chegou à Central de Polícia acompanhado de um grupo de evangélicos portando uma pistola, que foi apreendida.

José Diego é suspeito ser o autor da morte de Romário Domingos da Rocha, crime praticado no último dia 1º de fevereiro.

Contra ele já existem vários mandados de prisão que foram expedidos pela Justiça de Campina Grande.

Ele disse ser “um novo homem” e que também não queria mais se chamar pelo apelido de ‘Purê’.

Com informações Mais PB