Da redação JM

Foto do pastor Hueslen durante mais um tratamento. Foto: Reprodução Instagram

O pastor Hueslen Santos, vice-presidente do Gideões Missionários, divulgou segunda-feira, 11, novas imagens de mais uma parte de seu tratamento médico após a paralisia facial sofrida no mês de dezembro de 2018. O pastor postou a foto e uma frase motivacional de sua autoria aos seus seguidores.

Certamente valerá suportar a dor, a lágrima e as reações da ferida aberta, pois amanhã serão lembranças, do que vivi e venci”, disse o pastor Hueslen R. Santos.

Início do tratamento

O pastor deu início ao tratamento no início do ano. No dia 18 de janeiro, Hueslen Ricardo postou algumas fotos nas redes sociais e agradeceu pelas orações.

Eu vou vencer! Obrigado Dr. Bruno pela paciência, respeito e consideração. Obrigado a todos pelas orações! Deus seja louvado!“, escreveu na época.

Foto das primeiras sessões de tratamento feitas pelo pastor. Foto: Reprodução Instagram
Foto das primeiras sessões de tratamento feitas pelo pastor. Foto: Reprodução Instagram

Entenda

pastor Hueslen Santos, vice-presidente do Gideões Missionários e 3º vice-presidente da AD Camboriú,  sofreu uma paralisia facial no dia 22 de dezembro do ano passado. Acompanhado de sua esposa Fabrícia, o pastor divulgou na época um vídeo nas redes sociais para desejar um feliz natal a todos e pedir orações pela sua recuperação.

VEJA TAMBÉM
CIADESCP emite nota oficial sobre a mudança no Gideões e na AD Camboriú; confira

Não esqueçam de orar por mim, vamos continuar servindo a Deus com alegria!“, disse Hueslen.

“Ainda não acabou”, diz profecia sobre transição no Gideões e na AD Camboriú; assista

“Bombardeio infernal”

Durante o culto do dia 23 de dezembro, o pastor Hueslen participou rapidamente da celebração e nos momentos finais deu uma palavra sobre o ocorrido.

Ele disse que liberava o perdão já antecipadamente para algumas pessoas que iriam julgar que a paralisia que sofreu é porque ele “estava pagando” por algum erro cometido.

Aos prantos, após sua fala, Hueslen recebeu oração de toda igreja pela sua saúde e vida ministerial. O pastor Eliel Anselmo, durante oração, disse que o pastor Hueslen vinha sofrendo um “bombardeio infernal” contra sua vida.