Rosa x Azul O deputado estadual Frederico D’Ávila (PSL-SP) diz que membros do partido de Bolsonaro em SP querem se concentrar em pautas conservadoras no início da legislatura. Um dos projetos, afirma, vai pregar a proibição de banheiros unissex, chamados por ele de sanitários “trans”.

Culpa do banheiro A PUC-SP e a USP, por exemplo, têm sanitários unissex. De acordo com D’Ávila, esses espaços impulsionam “a promiscuidade e a facilitação do estupro”.

Após agressão de aluno “trans” , USP adotou o banheiro Unissex

Culpa do banheiro 2 

“Banheiro unissex é quando você não tem espaço para pôr dois banheiros, você coloca um banheiro que ora pode ser usado por homem, ora pode ser usado por mulher. Agora o que eles têm lá eles podem chamar do que quiserem, mas pode entrar homem e mulher ao mesmo tempo;. Inclusive, entra uma mulher, aí entra um cara se dizendo gay, e vai lá e agarra a mulher lá dentro. Isso é tudo pra dividir a sociedade, criar celeuma”, afirma.

Culpa do banheiro 3

 “Banheiro só tem dois. Ou é masculino ou é feminino. Não pode ter o ‘banheiro trans’. Isso canaliza para a promiscuidade, porque você vai dar uma terceira opção, e é isso justamente que a gente não quer”.

Fonte: Folha de SP