Da redação

O deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) esteve na manhã desta terça-feira, 19, com o coordenador do Núcleo Aplicado de Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), Maciel Araújo Silva, para buscar soluções em virtude dos transtornos causados pela interdição da ponte de Porto Nacional aos moradores da região.

Durante a conversa, o parlamentar destacou que esteve em audiência pública na última sexta-feira, 15, realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Porto Nacional, e foi discutido pelas autoridades e moradores a necessidade de criar soluções para que a sociedade continue com sua vida normalizada.

Prof. Júnior Geo participa de manifestação contra bloqueio da ponte de Porto Nacional

“A interdição aconteceu sem planejamento e sem laudo atualizado sobre a situação da ponte. Não foram apresentadas alternativas de locomoção para a população, prejudicando estudantes e até mesmo o deslocamento de ambulâncias que precisam trafegar pelo local”, disse Geo, ao apresentar as preocupações sobre o problema.

VEJA TAMBÉM
Governo determina implantação de mais três colégios da Polícia Militar no Tocantins

Segundo o defensor, os apontamentos levantados pelo deputado serão averiguados e recomendações serão feitas no sentido de solucionar os transtornos causadas à população, bem como o laudo técnico sobre o atual estado de conservação da ponte.