Da redação JM

Psicólogo e coordenador de conteúdo do Programa de Mentoreamento do Projeto Josué, pastor Abner Morilha desenvolveu levantamento para ajudar no cuidado dos pastores batistas do estado de São Paulo. A medida integra estratégia da rede de proteção criada pela Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP).

Encontro da Ordem dos Pastores Batistas aponta medidas contra depressão

Segundo avaliações de saúde, os pastores fazem parte do grupo de risco para transtornos emocionais, depressão, ansiedade, “burnout” e suicídio. Pastor Abner tratou desse assunto em palestra para a Ordem dos Pastores Batista do Brasil (OPBB).

Tristeza: Após lutar contra a depressão, pastor se mata com tiro na cabeça

De acordo com o pastor Abner, as escalas de saúde servirão para compreender quais são as maiores necessidades dos ministros batistas e quais as ações necessárias para contemplá-las. “Todas as informações obtidas são confidenciais e sigilosas. Elas serão utilizadas exclusivamente para fins de análise científica, e serão guardadas com segurança”, enfatiza o pastor Abner no texto de apresentação. Ele também leciona na Faculdade Teológica Batista de São Paulo.

VEJA TAMBÉM
Por que pastores se suicidam? pastor Wesley Carvalho responde

Augusto Cury comenta depressão em cristãos e faz um alerta: “é o último estágio da dor humana”

Essa iniciativa é a primeira de uma série planejada pela CBESP para ampliar o cuidado da saúde do pastor. Essa ação para identificar e diagnosticar ministros que compõem grupo de risco foi anunciada em dezembro pelo pastor Adilson Santos, diretor executivo do Conselho de Administração e Missões da CBESP e presidente nacional da OPBB.