Da redação JM

Neste domingo, 3 de março, durante a madrugada, ocorreu o desfile das escolas de samba do grupo especial do estado de São Paulo. A última escola a entrar em cena foi a Gaviões da fiel, que mostrou um enredo polêmico. Reeditando o samba-enredo de 1994, “A Saliva do Santo e o Veneno da Serpente”, a escola paulistana deu o que falar.

Jornalista emite nota de repúdio e fala em afronta ao Cristianismo

Em determinada parte da escola, especialmente na comissão de frente, havia demônios brigando com Deus, representando pela sua figura no cristianismo, Jesus Cristo. A escola mostrava satanás vencendo Jesus. Os comentaristas do canal acharam tudo lindo.

Na hora do desfile, comentaristas da rede Globo diziam que aquele não era Cristo, mas Santo Antão, um monge egípcio do século II.

Porém o coreógrafo Edgar Junior da Gaviões afirmou numa entrevista após o desfile que realmente era a figura de Jesus e que fez tudo isso para “chocar” mesmo.

“O foco era chocar. Essa comissão de frente foi incrível e alcançou nosso objetivo, que era essa polêmica com a fé de cada um”, disparou.

VEJA TAMBÉM
As declarações de Maria sobre Deus - Por pastor Sílvio Martins