Da redação JM

O pastor Silas Malafaia subiu o tom nas redes sociais e mandou outras mensagens a Eduardo Bolsonaro, respingando em Olavo de Carvalho. Ambos, de fato, parecem crer que foi o filósofo o maior responsável pela vitória de Jair Bolsonaro, como se quase 58 milhões de eleitores tivessem lido a obra do “guru”, ou sequer soubessem quem ele é.

Essa narrativa, interessante para o olavismo, ignora diversos fatores relevantes para a eleição de Bolsonaro, como o antipetismo, a Lava Jato e a força evangélica contra o “progressismo” exacerbado da esquerda“, disse o articulista Rodrigo Constantino.

Foi essa a mensagem que Malafaia divulgou nas redes, em uma sequência de tweets com letras garrafais:

MAIS UMA VEZ EDUARDO BOLSONARO PERDE A OPORTUNIDADE DE FICAR DE BOCA FECHADA> O moço falou besteira na questão da saída de Lula para o velório do neto, fez mea culpa, falou besteira sobre imigrantes,falou besteira dizendo que Olavo de Carvalho é o maior responsável pela vitória.

O QUE O PRESIDENTE BOLSONARO FALOU DIVERSAS VEZES Se 80% dos evangélicos me apoiarem eu vou ser eleito presidente. Foi o que aconteceu. Vem agora seu filho, aprendiz de político , dizer q Olavo de Carvalho é o maior responsável pela vitória do pai.SIMPLESMENTE RIDÍCULO !

EDUARDO BOLSONARO! Eu fui um dos principais apoiadores do seu pai na campanha. Continuo apoiando e peço a Deus que ele faça um grande governo em prol do povo brasileiro. Você como político tem muito que aprender.Para começar aprenda a respeitar aliados e deixe de bajular guru.

UM CONSELHO PARA EDUARDO BOLSONARO > Se você diz que a imprensa deturpa tudo q você fala, já era para ter aprendido a tomar muito cuidado com o que fala e gravar tudo q você diz. Só q você tem falado bobagem no seu Twitter , como no caso do neto de Lula, e a imprensa ñ tem culpa.

MAIS UM CONSELHO PARA EDUARDO BOLSONARO > Como filho do presidente, aprenda a ser discreto e sábio nas palavras. Tudo q falar de maneira errada e equivocada, cai na conta do pai e sangra o próprio governo. Conselho de Salomão: ATÉ O TOLO QUANDO SE CALA SE PASSA POR SÁBIO.