Da redação JM

O governo da Romênia anunciou a transferência de sua embaixada de Israel para Jerusalém, retirando-a de Tel Aviv, capital política e administrativa israelense. A Romênia se une aos Estados Unidos e outros países, como Paraguai e Taiwan.  A primeira-ministra da Romênia, Viorica Dancila, fez o anúncio.

O status diplomático de Jerusalém tem sido muito disputado desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu a cidade como a capital de Israel no final de 2017.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, agradeceu o apoio do governo romeno e chamou a primeira-ministra de “amiga”.

A Organização pela Libertação da Palestina lamentou a decisão da Romênia e classificou a medida como “violação dos direitos palestinos, do direito internacional e das resoluções das Nações Unidas”.

Brasil ainda estuda transferência da embaixada em Israel para Jerusalém, diz Araújo