Assembleia de Deus realiza “Vau de Jaboque” com ênfase na cura do corpo e da alma

O saldo da caminhada de fé, em todas as edições passadas, são relatos de curas no corpo e na alma

Da redação JM

As madrugadas de clamor a Deus acontecerão ao longo da semana, de segunda-feira (1) até o domingo (7). Foto: Divulgação

Se aproxima o início da tradicional campanha Vau de Jaboque, que há sete anos atrai pessoas de todas as religiões para a experiência de louvor, oração e jejum, na Assembleia de Deus, ministério Madureira, localizada na 106 sul (antiga arse 12), com o detalhe curioso da realização às 5h. No próximo domingo, (31) um culto profético, às 18h30, dará a largada para a edição de 2019, que tem o tema A CURA. As madrugadas de clamor a Deus acontecerão ao longo da semana, de segunda-feira (1) até o domingo (7).

O saldo da caminhada de fé, em todas as edições passadas, são relatos de curas no corpo e na alma. “Nossa expectativa para essa edição, é de que Deus realizará milagres, de forma ainda mais abundante. Nosso anseio é apresentar Jesus às pessoas e vê-las transformadas de dentro para fora. Como igreja, não nos omitiremos de oferecer à uma sociedade adoecida o melhor remédio para todas as aflições, que é o amor e a restauração de Deus”, enfatiza o pastor local, Irisvan Batista Nunes, idealizador da campanha.

Muita glória de Deus e salvação de almas nos dois primeiros dias do Vau de Jaboque da Arne 51

Esse ano, o Vau de Jaboque encerrará o ciclo de três meses de palestras profissionais e ministrações espirituais a respeito de temas como depressão, pensamento acelerado, síndrome do pânico, esgotamento físico e emocional, transtornos de personalidade, entre outras questões, que foram discutidas na igreja e ainda estarão em foco durante os dias de campanha.

Além do pastor local, passarão pelo altar da igreja preletores como a missionária e psicóloga Edna Palladino (SP), pastor Elizeu Rodrigues (GO), pastor Antônio Márcio (DF), pastor Rafael Bello (SP), pastor Eronilson Silva (GO) e pastor José Wanderson (TO). O encerramento da programação no domingo, conta com a participação da cantora Eliane Fernandes (GO).

Apesar dos sete anos na 106 sul, o Vau de Jaboque tem quase 10 anos de história em Palmas. A ideia de Nunes, desde a primeira edição, em 2010, quando liderava a Assembleia de Deus, na 404 norte (antiga arne 51) é relacionar a trajetória de oração com o famoso episódio da luta de Jacó, o patriarca judeu, com um homem misterioso, que lhe abençoo depois de deslocar-lhe a coxa. O lugar do confronto, que se estendeu por toda a noite “até o raiar do dia” é chamado pela Bíblia de Vau de Jaboque, na passagem de Gênesis 32. “Tenho lutado com Deus”, declarou o patriarca acerca da batalha.

Com informações assessoria