Advogado do Tocantins é assassinado no Pará

O advogado e Policial Militar da reserva, Ronaldo da Silva Simas, de 38 anos, foi assassinado nessa quinta-feira (28). Ele foi encontrado dentro de um rio em Santana do Araguaia, região sul do Pará.

O suspeito do crime é um adolescente de 15 anos apreendido, juntamente com outra comparsa que está foragido. Segundo o adolescente, a morte do advogado teria sido encomenda pela ex-mulher do advogado Ronaldo Simas.

Conforme o G1-PA, no momento do crime Ronaldo da Silva Simas  estava na companhia do comerciante Cleomar Valadares Santana, que também foi baleado, mas sobreviveu ao ataque.

Os dois teriam sido atingidos por volta de 13h40 nas proximidades da Gleba Cajú, Cleomar foi socorrido e Ronaldo da Silva, porém, tinha desaparecido depois dos tiros.

Relatos ouvidos no local apontavam que ele tinha caído no rio denominado Fonte do Barro Branco após os tiros. Durante as buscas, o corpo foi localizado e removido para o Centro de Perícias Científicas de Marabá para passar por exame cadavérico. Com informações G1PA e AF Notícias