Da redação

O presidente Jair Bolsonaro foi surpreendido por um grupo de católicos na entrada do hotel onde está hospedado em Jerusalém, Israel, logo ao chegar de sua visita ao Muro das Lamentações. Ele recebeu uma bênção do líder da Comunidade Filhos da Misericórdia, de João Pessoa (PB), George Batista, e juntou-se ao grupo em orações e cantorias.

As cerca de trinta pessoas cantaram para Bolsonaro, entre outras, a canção “Derrama Senhor, derrama ó Senhor o seu amor”, deram vivas e empunharam a bandeira brasileira. O presidente, que se diz católico, pareceu emocionado e agradeceu o apoio.

Os membros dessa comunidade, que não é atrelada a nenhuma paróquia, excursionam por Israel e se reuniram no saguão do hotel para um encontro improvisado com Bolsonaro.

Atilas Mesquita Sampaio, coordenador de projetos da Comunidade Filhos da Misericórdia, afirmou que foi uma surpresa encontrar o presidente durante essa viagem de retiro espiritual. “Nós queríamos ver Bolsonaro para ele sentir que nos representa e para que o Brasil comece a melhorar”, afirmou.

VEJA TAMBÉM
Malafaia detona Mourão após defesa do aborto: "Votamos em Bolsonaro, na urna eletrônica não aparece o nome do vice"