Da redação JM – Ricardo Costa

ONG religiosa de Palmas, o Núcleo Ebenezer (NABE) é um das centenas que atuam no estado do Tocantins. Foto: Reprodução

De cada dez organizações não governamentais (ONGs) e outras entidades sem fins lucrativos instaladas em Tocantins, quase quatro são entidades religiosas. É o que mostra pesquisa divulgada nesta sexta-feira (5), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com dados de 2016, 2013 e 2010.

Segundo o IBGE, em 2016 haviam no estado 1.324 fundações privadas e associações sem fins lucrativos, as chamadas Fasfil. Desse total, a maior parte, 513, o equivalente a 38,7%, eram entidades religiosas. Depois apareciam as associações patronais, profissionais e de produtores rurais, com 219; as de desenvolvimento e defesa de direitos, com 146; as de educação e pesquisa, com 137 e as de assistência social, com 116. O menor número era de instituições voltadas para meio ambiente e proteção animal, apenas 5 na época.

A pesquisa revelou ainda que entre 2010 e 2016 ocorreu uma redução de 22,1% no número de ONGs e entidades sem fins lucrativos no estado. Caiu de 1.700 para 1.324. Em contrapartida, ocorreu um aumento na quantidade de pessoas empregadas por essas instituições, que saltou de 5.074 para 6.775.