Da redação JM

Segundo a companhia, o novo serviço tem relação direta com a decisão do governo do Tocantins de reduzir a alíquota do imposto que incide sobre o querosene de aviação

A Azul voará de Palmas a Recife a partir de 6 de julho. Segundo a companhia, o novo serviço tem relação direta com a decisão do governo do Tocantins de reduzir a alíquota do imposto que incide sobre o querosene de aviação. Em primeiro momento, o voo acontecerá uma vez por semana, aos sábados, mas a Azul não descarta a possibilidade de ampliar a frequência conforme a demanda.

Da capital do Tocantins, os voos partirão às 10h45 com pouso estimado às 13h25 no Recife. No sentido inverso, a decolagem estará prevista para às 14h10 com chegada às 16h50 em Palmas. As operações serão realizadas a bordo de jatos Embraer para até 118 passageiros.

Governador Mauro Carlesse e Marcelo Bento, diretor da Azul, assinam o Termo de Acordo de Regime Especial que garante voo direto de Palmas a Recife – Washington Luiz/Governo do Tocantins

“Nós já tínhamos o desejo de aumentar a nossa presença no Tocantins. Com esse incentivo do governo local, podemos concretizar nossos planos e ampliar a malha da Azul no estado, passando a oferecer esse novo mercado. Conectaremos Palmas a Recife, nosso principal centro de conexão do Nordeste, e de lá para o resto do país e do mundo, proporcionando ainda mais opções de destinos e horários aos nossos Clientes do Tocantins. Também serão oportunidades inéditas de abrir novos mercados para o turismo no Jalapão”, destaca o diretor de Alianças da Azul, Marcelo Bento.

VEJA TAMBÉM
Estado acerta últimos detalhes para implantação de novas linhas aéreas da companhia Azul

Além do novo mercado, a Azul estuda operar em Araguaína, cidade do norte do Tocantins. “Para isso, aguardamos as adequações na infraestrutura do aeroporto da região”, comunica.

A partir do Recife, a Azul conecta o passageiro a 29 destinos diretos, com embarque imediato para Natal, João Pessoa, Fernando de Noronha (PE), Maceió e Fortaleza. Destaque ainda para Orlando, Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, e Rosário e Córdoba, na Argentina. Já em Palmas, clientes Azul que partirem do Recife poderão se conectar para Goiânia.

Resultado

A nova rota só foi possível após a redução da base de cálculo do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e  de Comunicação (ICMS) nas operações internas com Querosene de Aviação (QAV) e Gasolina de Aviação (GAV), estabelecida pela Lei n° 3.439/2019, de 4 de abril de 2019, oriunda da Medida Provisória n° 04/2019, enviada à Assembleia Legislativa pelo governador Mauro Carlesse no dia 8 de fevereiro de 2019.

VEJA TAMBÉM
Estado acerta últimos detalhes para implantação de novas linhas aéreas da companhia Azul

A alíquota, que era de 14%, passa a ser reduzida de forma progressiva entre 7% e 3%, conforme o investimento da empresa aérea na aviação comercial dentro do Estado. A intenção do Governo, com a decisão, é fomentar o setor de aviação no Estado, oportunizando a ampliação do número de rotas de voos que contemplem o Tocantins como ponto de partida e de chegada, tendo referência não só a Capital, mas também outros municípios.