Da redação

Cristãos na Índia têm sofrido retaliação de radicais hindus. A anfitriã da maior eleição democrática da história, o sentimento anti-cristão desenfreado do país vem vindo à tona.

De acordo com a Open Doors USA, é a décima nação mais perseguida na Terra a viver como cristã. A religião predominante, o hinduísmo, tem dentro de si uma seita radical que é ferozmente anticristã. Muitos casos de espancamentos, humilhações públicas e até assassinatos foram relatados nos últimos anos.

“Impulsionados pelo desejo de limpar seu país do islamismo e do cristianismo, os nacionalistas não se esquivam de usar violência extensiva para alcançar seus objetivos”, observou a Open Doors USA em sua ficha informativa.

Mais recentemente, no entanto, um incidente de profanação foi capturado na câmera – a queima de milhares de Bíblias em público.

“Os hindus radicais apreenderam e queimaram essas Bíblias e ameaçaram os cristãos que estavam legalmente distribuindo-os”, escreveu a International Christian Concern em seu relatório do incidente. “Satanás está empenhado em silenciar a Palavra de Deus e usará as pessoas para ajustar-se à sua agenda. Por favor, junte-se a nós em oração por aqueles que destroem Bíblias mesmo quando substituímos as Escrituras! ”

VEJA TAMBÉM
Muçulmanos retaliam cristãos por causa de distribuição de Bíblias

Apesar dessa flagrante demonstração de intolerância e preconceito anticristão, a comunidade fiel de seguidores de Jesus nessa região continua forte.

“A perseguição é como uma bênção para mim”, disse um pastor próximo ao incidente da queima da Bíblia. “Todo mundo não tem esse privilégio, sofrer pelo amor de Seu nome.”

Apesar do arcaico “sistema de castas” e da perseguição religiosa sistêmica, a Índia realmente tem uma das economias que mais crescem no mundo. Desde que o primeiro-ministro Modi foi eleito pela última vez em 2014, quase US $ 200 bilhões foram investidos por empresas estrangeiras como Amazon, Apple e Walmart.

Continue a orar por todos aqueles ao redor do mundo que sofrem por sua fé em Jesus.

(Com FithWire)