Da redação JM

Projeto foi apresentado pelo Conselho de Educação e Cultura (CEC-CGADB) durante a 8ª AGO em Belém do Pará. Foto: Divulgação

Um grande avanço na área educacional para os assembleianos do país foi conquistado na última quarta-feira (10), na sede da COMIADEPA em Belém (PA), por ocasião da 8ª Assembleia Geral Extraordinária (AGE). Durante o evento, a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), instituiu a “Rede Assembleiana de Ensino” (RAE).

O projeto, apresentado pelo Conselho de Educação e Cultura (CEC) com o apoio da presidência e membros da Mesa Diretora da CGADB, foi aprovado por unanimidade pelos convencionais presentes na capital paraense.

Objetivo

A “Rede Assembleiana de Ensino” (RAE) é pessoa jurídica de direito privado, do tipo associação, vinculada a CGADB, de caráter educacional, cultural, beneficente e assistencial, com autonomia administrativa e financeira com duração por tempo indeterminado, com sede e foro na cidade do Rio de Janeiro, capital.

De acordo com o Conselho de Educação e Cultura da CGADB, a RAE tem por finalidades, dentre outras, “promover o aprimoramento cultural e intelectual dos membros da CGADB e demais interessados, por meio da criação e manutenção de estabelecimentos de ensino fundamental, médio (Colégio Assembleiano) e também do ensino superior, de Pós-Graduação, Lato e Stricto Sensu (Universidade Assembleiana)”.

VEJA TAMBÉM
CGADB reforma estatuto da CPAD sem autorização da Assembleia Geral

Histórico

A criação da RAE é um marco histórico para as Assembleias de Deus fundada em 18 de junho de 1911 em Belém do Pará. Nas últimas décadas, a membresia das Assembleias de Deus ansiava por um projeto educacional de formação acadêmica de qualidade e com o pressuposto da cosmovisão cristã. “A instituição da Rede Assembleiana de Ensino vem atender esta necessidade na Igreja pós centenária. Parabenizamos a CGADB e sua liderança por tão pertinente decisão e substancial iniciativa. Soli Deo Glória!”, diz o presidente do Conselho de Educação e Cultura da CGADB, pastor Douglas Baptista.

Saiba + CGADB|| Convencionais decidem rejeitar a União Estável em Belém; confira

Saiba + Senami e CGADB entregam 1º cheque da Campanha `Dia Nacional de Missões´