Da redação JM

O objetivo inicial da sessão pública era ouvir nove testemunhas convocadas anteriormente, no entanto, não houve comparecimento de nenhum dos depoentes. Foto: Divulgação

Na manhã de segunda feira, 15, os membros da CPI do PreviPalmas – vereadores Milton Neris (PP), Vandim do Povo (DC), Tiago Andrino (PSB), Moisemar Marinho (PDT) e a relatora da Comissão, vereadora Laudecy Coimbra (SD) – se reuniram para deliberar assuntos referentes as oitivas das testemunhas, que visam esclarecer as movimentações financeiras operacionalizadas  pelo Instituto de Previdência de Palmas.

O objetivo inicial da sessão pública era ouvir nove testemunhas convocadas anteriormente, no entanto, não houve comparecimento de nenhum dos depoentes. O ex-gestor da REAG, João Carlos Mansur, enviou justificativa pelo não comparecimento na data marcada. Ele solicitou que seu depoimento fosse transferido, para que haja tempo hábil para compras de passagens e reserva de hospedagem na Capital. Além disso, Pedro Monteiro Mattos – ex gestor da REAG – também enviou justificativa à Comissão e solicitou alteração da data da oitiva.

Vereadores se reúnem com Diretora do Fórum da Capital para discutir a CPI do PreviPalmas

VEJA TAMBÉM
Campelo quer que Jaime Lerner preste esclarecimentos sobre a relação com Amastha

Durante a sessão, o vereador Tiago Andrino (PSB) solicitou ao Presidente que seja ouvida a senhora Maria Aparecida Macedo – ex-presidente do PreviPalmas. Segundo o Parlamentar, trata-se de uma testemunha que não foi ouvida durante a primeira fase das investigações. A intimação foi redigida e será encaminhada.

Os próximos passos da CPI seguirá o seguinte calendário de oitivas:

·         Pedro Monteiro Mattos – dia 22 de Abril, às 09 horas;

·         Maria Aparecida Macedo – ex presidente do PreviPalmas –  dia 29 de Abril às 09 horas;

·         João Carlos Mansur – ex gestor da REAG – dia 29, às 09 horas;

·         Maxcilane Machado – ex presidente do PreviPalmas – dia 29 de abril, as 14 horas.