Da redação

O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, afirmou que o programa será uma das prioridades de sua gestão

O Conselho Federal da OAB assinou, na quarta-feira (10/4), um contrato de assessoria e auditoria com a empresa Deloitte para implementar o programa Anuidade Zero, que permite que advogados troquem pontos por descontos em anuidades. A medida já existe em seccionais, e a expectativa é que a ação comece a funcionar em até 90 dias em todo o país.

O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, afirmou que o programa será uma das prioridades de sua gestão. “A parceria do Conselho Federal com as caixas de assistência resultará em muitos benefícios aos advogados de todo o Brasil, de todas as regiões”, disse. “A implantação desse programa através da Deloitte dará segurança para todos”, completou.

CNBB se junta a OAB e mais 159 entidades em manifesto em defesa do Supremo

Obrigatoriedade do Exame da OAB pode estar com os dias contados

O programa funciona como um serviço de pagamento com bonificação. Segundo o Conselho Federal, serão feitas parcerias com estabelecimentos comerciais para a aquisição de produtos e serviços dessas lojas pelos advogados. O valor gasto nesses locais será convertido em pontos, que depois serão transformados em descontos ou no abatimento total no valor da anuidade.

VEJA TAMBÉM
OAB quer cassar o mandato de Jair Bolsonaro. Confira

O diretor-tesoureiro da OAB, José Augusto Araújo de Noronha, estima ainda que tudo esteja funcionando em um prazo de três meses. “A participação da Deloitte é um ponto fundamental para o início do Anuidade Zero, um programa que vai beneficiar toda a advocacia. Com essa consultoria e a auditoria teremos a segurança de um programa seguro e viável, capaz de gerar muitos benefícios aos advogados e advogadas. A nossa previsão é de que em 90 dias já teremos o início do programa”, explicou.

COMPARTILHAR