Da redação

Além do presidente possuir um discurso criminalizante contra invasões de terra, os movimentos de ocupação perderam financiamento público

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) registrou apenas uma ocupação de terra nos primeiros cem dias de governo do presidente Jair Bolsonaro.

No mesmo período do ano passado, o órgão registrou 43 invasões de propriedades.

Além do presidente possuir um discurso criminalizante contra invasões de terra, os movimentos de ocupação perderam financiamento público.

Bolsonaro sempre foi um notório opositor do MST.

Na campanha, o então candidato defendeu tipificar as invasões no campo como “terrorismo” e disse que os ruralistas e latifundiários deviam reagir a bala aos invasores:

Invadiu? Chumbo!”, afirmou.