Evasão em cursos EAD pode diminuir com maior vínculo entre instituição e estudantes

A pesquisa Educa Insights sinaliza que o vínculo entre instituições de ensino e estudantes da modalidade EAD contribui para melhores resultados e menos índice de evasão nos cursos. O estudo é realizado com o objetivo de analisar o comportamento das instituições que ofertam o ensino a distância.

Segundo o Censo da Educação Superior 2017 – divulgado todos os anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) – a Educação a Distância registrou o maior salto no número de matrículas no respectivo ano desde 2008. Entretanto, mesmo diante de tanto crescimento, a proximidade entre a instituição e aluno é um aspecto que pesa na hora de assegurar a permanência dos mesmos no curso.

 “Só sinto falta de esclarecimentos imediatos. Porém, mesmo distante, me sinto próxima”, sinaliza a estudante de Letras, Miraildes Sousa que escolheu um curso EAD na Unijorge devido à rotina corrida e a divisão entre trabalho e cuidados com a casa. O levantamento mostra que os estudantes da modalidade chegaram a quase 1,8 milhões em 2018, o equivalente a 21,2% do total de matrículas em todo o ensino superior.

VEJA TAMBÉM
Milton Neris lamenta aprovação de emenda à LDO pelo Executivo

A estudante está em busca da segunda graduação, uma vez que já é formada em Pedagogia há mais de 20 anos. “As aulas são bem explicativas e o material de apoio muito rico. Além disso, temos um tutor online para tirar nossas dúvidas. Eu também conto com um polo em meu bairro, tudo que preciso posso resolver lá, onde são aplicadas algumas avaliações”, acrescentou.

Se está pensando em começar uma graduação e também planeja ingressar nessa modalidade, você pode contar com o apoio do Educa Mais Brasil. O programa tem 15 anos de atuação e já beneficiou mais de 900 mil estudantes. Acesse o site do programa, lá você pode encontrar descontos de até 70% para cursos presenciais e EAD.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil