Da redação

Dois mandados de busca e apreensão emitidos pela Justiça Federal de Palmas estão sendo cumpridos pela Polícia Federal em Brasília (DF) nesta terça-feira (23). A operação foi chamada de Apprehensi e busca apurar fraude processual envolvendo a tentativa de restituição de um carro de luxo apreendido em 2015 no Tocantins.

De acordo com a PF, dois suspeitos se passaram por proprietários do veículo e usaram documentos falsos para entrar com um processo de restituição do bem apreendido.

Os investigados devem responder pelos crimes de estelionato, falsificação de documentos e uso de documento falso. O nome dos suspeitos não foi divulgado pela Polícia Federal.

O veículo em questão foi apreendido pela PF durante a operação Offset, realizada em julho de 2015, contra uma quadrilha que fabricava moedas falsas no Tocantins. Na época, mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos em Palmas, Araguaína e Porto nacional.

O nome da operação Apprehensi faz referência ao termo ‘coisa apreendida’ em latim.

(Com G1)