Da redação

Pais de dois filhos – Flor, de dez anos, e Nino, que completa três anos em maio -, Bela Gil e João Paulo Demasi querem que os filhos tenham liberdade para assumir o gênero com o qual se identificarem.

A apresentadora, adepta da ideologia de gênero, contou que as crianças são “educadas” para se amarem e se aceitarem como são. “Eu tenho um filho que nasceu do sexo masculino e uma filha do feminino, mas quem vai decidir se vai ser mulher ou homem são eles, isso não cabe a mim”, diz ela à Marie Claire.

Ministro do STF defende ideologia de gênero abertamente: “não se nasce mulher, torna-se mulher”

“Tentamos ser o mais abertos e receptivos possível nas escolhas naturais deles. A gente insiste muito na educação do respeito ao próximo e na valorização de si mesmo, de se aceitar como se é”, explica.

Flor, a primogênita, já aprende sobre feminismo. “A gente tem um lema com a nossa filha que é ‘meu corpo minhas regras’. Desde agora ela já entende isso”.

VEJA TAMBÉM
Justiça nega por liminar reabertura da exposição Queermuseu em Porto Alegre

(Com Marie Claire)