Da redação

O dia 24 de abril ressalta a importância do combate à meningite

O dia 24 de abril ressalta a importância do combate à meningite. A doença resulta num processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica, deste modo, casos da doença são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais. A melhor prevenção para a doença é a vacinação.

No Tocantins, no ano de 2018, foram confirmados 57 casos de meningites por todas as etiologias, ou seja, por todas as formas de meningites. Em 2019, de acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), foram confirmados 16 casos de meningites.

A doença pode incidir sobre todas as faixas etárias, mas o maior risco de adoecimento está entre as crianças de até cinco anos, especialmente as menores de um ano de idade.

Imunização

A meningite pode ser causada por diferentes agentes infecciosos. A boa notícia é que para alguns destes agentes, existem vacinas para prevenção. O SUS oferece a Vacina meningocócica conjugada sorogrupo C que protege contra a Doença Meningocócica causada pelo sorogrupo C.

VEJA TAMBÉM
Saúde negocia com profissionais para iniciar serviço de radioterapia em Araguaína

As vacinas disponíveis no calendário de vacinação da criança do Programa Nacional de Imunização são:

·         Vacina meningocócica conjugada sorogrupo C: protege contra a Doença Meningocócica causada pelo sorogrupo C;

·         Vacina pneumocócica 10-valente (conjugada): protege contra as doenças invasivas causadas pelo Streptococcus pneumoniae, incluindo meningite.

·         Pentavalente: protege contra as doenças invasivas causadas pelo Haemophilus influenzae sorotipo b, como meningite, e também contra a difteria, tétano, coqueluche e hepatite B.

·         BCG: protege contra as formas graves da tuberculose.

Sintomas

Os sintomas da meningite incluem início súbito de febre, dor de cabeça e rigidez do pescoço. Muitas vezes há outros sintomas, como:

·         Mal estar

·         Náusea

·         Vômito

·         Fotofobia (aumento da sensibilidade à luz)

·         Status mental alterado (confusão)

Com o passar do tempo, alguns sintomas mais graves de meningite bacteriana podem aparecer,  como: convulsões, delírio, tremores e coma.