Da Redação JM Notícia

Pastor Jurandi Oliveira, presidente da Cadetins no Tocantins

A Assembleia de Deus Ministério Cadetins em Araguaína -TO, celebrou nos dias 03 a 05 de maio, no Templo Central, o aniversário de fundação da instituição no Tocantins.

O presidente da Convenção, pastor Jurandi Oliveira, comentou o aniversário da instituição e afirmou que,  o início da Cadetins deu-se por muitos sofrimentos, lágrimas, perseguições e até ameaça de morte.

Ainda segundo o líder assembleiano,  “a obra de Deus sempre superou grandes desafios, grandes perseguições e suportou grandes massacres ao longo da sua existência: A aurora de um novo tempo raiou, e a CADETINS aportou nos braços generosos e robustos de quem jamais fugiu à luta”.

Ele também enfatizou o legado deixado pelo saudoso pastor Francisco Bueno de Freitas (pastor Fiico), primeiro presidente da Cadetins: “Sua memória jamais será esquecida”.

A instituição foi fundada no dia 04 de maio de 2000. Atualmente são 64 congregações e 17 campos.

CONFIRA NA ÍNTEGRA

Grato a Deus, ao Pastor Geraldo Mangela e a Igreja Assembleia de Deus em Araguaína, pela celebração dos 19 anos de fundação da CADETINS.

VEJA TAMBÉM
CADETINS|| Pastor Valdivino João é empossado na AD Rute em Taquaralto

Narrar os fatos relacionados à CADETINS é prazeroso, não fosse trágico o seu início marcado por muitos sofrimentos, lágrimas, perseguições, disputas judiciais, ameaças de morte, violência, calúnias e tudo mais que o inferno pode fazer para intimidar e fazer desistir de levar avante uma obra de Deus. A obra de Deus sempre superou grandes desafios, grandes perseguições e suportou grandes massacres ao longo da sua existência. A aurora de um novo tempo raiou, e a CADETINS aportou nos braços generosos e robustos de quem jamais fugiu à luta.

Francisco Bueno de Freitas e mais 19 companheiros deu início à CADETINS. Foi o seu primeiro presidente, conselheiro, maestro e escultor. Sua memória jamais será esquecida. Dezenove anos se passaram e hoje “sem ódio, sem rancor, sem irá e sem contenda” temos condições de lançar um olhar retrospectivo ao passado e dizer: Até aqui nos ajudou o Senhor.

Obrigado Senhor. “O laço quebrou e nós escapamos”.

Pr. Jurandi Oliveira – Presidente da Convenção Cadetins no Tocantins