Da redação

O cristianismo tem crescido fortemente na cidade de Kobani, na Síria, que está livre há 4 anos do controle do Estado Islâmico.

Todas as dores causadas pelo cenário de guerra promovido por um grupo que defendia o extremismo islâmico, fizeram com que os habitantes se voltassem para uma nova fé.

Por causa da terrível experiência, as pessoas ficaram assustadas e sem uma direção. Por isso, começaram a procurar pela mensagem da Bíblia.

O que há por trás das postagens que associam a profecia de Isaías à guerra civil na Síria?

Só para ilustrar, um homem, de 22 anos, perdeu um braço em uma explosão. Então, quando ele chegou à Turquia para se cuidar, teve contato com alguns turcos e curdos que tinham se convertido à fé cristã.

“Eles pareciam felizes e todos falavam sobre amor. Foi quando decidi seguir os ensinamentos de Jesus”, disse à agência de notícias Reuters.

De acordo com a ONG internacional Open Doors, apoiadora da causa cristã pelo mundo, a Síria faz parte dos 50 países em que seguir a Deus pode custar a vida.

VEJA TAMBÉM
Estado Islâmico crucifica cristãos todos os dias durante o Ramadã

Os apóstolos também foram perseguidos

Na Bíblia, conferimos que desde a vinda do Senhor Jesus ao mundo, em forma de homem, os cristãos são perseguidos.

Vemos, por exemplo, que os apóstolos chegaram a ser açoitados por divulgarem a mensagem de Salvação da alma. Mesmo assim, eles não se intimidaram e continuaram a espalhar a Palavra de Vida. Porque estavam imbuídos do Espírito Santo.

… E, chamando os apóstolos, e tendo-os açoitado, mandaram que não falassem no nome de Jesus, e os deixaram ir. Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo seu nome.” Atos 5.40-41