Redação JM Notícia

 

 

A revista Forbes publicou uma nota reconhecendo que errou ao afirmar que o pastor Silas Malafaia estava na terceira posição entre os pastores mais ricos do Brasil.

A reportagem publicada em 18 de janeiro de 2013 dizia que o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo era dono de um patrimônio avaliado em US$ 150 milhões.

O pastor mostrou seu imposto de renda na TV e processou a revista para provar que possui apenas 3% do valor declarado pela revista. Na condenação judicial, a Forbes precisou se retratar.

Confira a retratação:

Na data de 18 de janeiro de 2013 foi publicado, em nosso site, matéria intitulada “Bispo Edir Macedo é o pastor mais rico do Brasil com uma fortuna de US$ 950 milhões – Líder da Universal do Reino de Deus está à frente de Valdomiro Santiago e Silas Malafaia”.

A referida matéria continha informação de que o Pastor Silas Malafaia detinha patrimônio estimado em US$ 150 milhões.

Assim, diante da alegação de que a veiculação do informe, à época, teria ocasionado descontentamento por parte do pastor Silas Malafaia, vez que seu patrimônio na verdade, segundo ele, corresponderia a apenas 3% do valor citado na matéria veiculada, conforme documentos oficiais que teria voluntariamente disponibilizado, a FORBES, historicamente compromissada que é com a apuração da verdade dos fatos, lamenta o ocorrido e aproveita a oportunidade para oferecer escusas ao Pastor Silas Malafaia.