Da redação

Os profissionais têm percorrido as escolas municipais levando palestras informativas, dinâmicas e informações voltadas às crianças e adolescentes.

A Prefeitura de Porto Nacional por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social-SEMAS, realizou nessa quinta-feira,9, na Escola Municipal Ercina Monteiro, no Assentamento Prata, uma palestra educativa sobre o combate ao abuso e exploração sexual infantil. A ação foi realizada através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.

O trabalho educativo e de conscientização contou, ainda, com as Secretarias da Saúde, Educação, Conselho Tutelar, Conselho Municipal da Criança e Adolescente-CMDCA, Defensoria Pública e outras instituições competentes.

Inscrições abertas para o concurso de Porto Nacional; salário pode chegar a R$ 12,9 mil

Informação e prevenção

De acordo com a coordenadora do CREAS em Porto Nacional, Katiuscia Alves de Aguiar, toda a equipe de profissionais do Centro de Referência estáenvolvida em uma série de ações alusivas à Campanha do Dia 18 de Maio, que trata sobre o combate ao abuso e exploração sexual infantil.

Os profissionais têm percorrido as escolas municipais levando palestras informativas, dinâmicas e informações voltadas às crianças e adolescentes.

“As palestras tem o objetivo de alertar as nossas crianças e adolescentes,bem como prevenir os mesmos de eventuais situações que ocorram em seu ambiente familiar, escolar e social”, destacou a coordenadora.

VEJA TAMBÉM
Governo do Estado autoriza revitalização do sistema de bombeamento do Projeto São João

A coordenadora disse ainda, que sabe da existência de um alto índice de ocorrências de abusos e violências que acometem esse público, em todo o Brasil. Ela ainda destacou que a pasta está levando para a rede municipal de ensino, através do CREAS, a pauta que é de suma importância para a proteção dos direitos dos menores, pontuou Katiuscia.

Denuncie: Disk 100

 

Ao fim da palestra foram distribuídos folders explicativos aos alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental II, que tiveram o acompanhamento do gestor da Escola Ercina Monteiro, Aluísio Vieira, dos professores e profissionais de educação que integram a escola.

Outro ponto abordado no evento foi a importância da central telefônica,“Disk 100”, um canal de denúncia e que está disponível a toda população para que sejam feitos os apontamentos sobre atos e situações que ferem e acometem vítimas de abusos e violência sexual infantil.