Da redação

“Eu sou crente, não sou demente”, disse Mara a Cátia Fonseca durante entrevista. A apresentadora e cantora abriu o jogo sobre sua relação com Silvio Santos, “ele declara abertamente que é meu fã”.

Falou sobre “panelas” no meio televisivo e afirmou: “Eu vim de programa infantil, que pra mim é a melhor coisa do mundo. Me converti e hoje as pessoas veem que eu sou um ser humano. Eu sou crente, não sou demente”.

Sempre polêmica, Mara ainda falou sobre antigas desavenças e disse quem curte e quem não curte na TV. Na entrevista, também foi questionada sobre “cura gay” e afirmou: “Eu não sou homofóbica. Eu sou hétero. Cada um escolhe o que quer ser”.

Personagem de uma de suas mais recentes intrigas, Leo Dias também foi pauta da entrevista, o que rendeu trocas de gentilezas por parte da Mara.

“Fiquei sabendo que ele veio ao seu programa e disse que desejava que eu fosse feliz, por esse motivo, agora eu desejo que ele realmente seja ‘maravilha’”, afirmou.

VEJA TAMBÉM
Sem espaço na TV, Mara Maravilha volta a investir no gospel

Além disso, Mara assumiu que ficou surpresa com a saída repentina do “Programa do Ratinho”. “Estava amando, me divertindo, do nada me tiraram. Em uma época em que eu precisava muito.”

Atualmente com 51 anos, ela participa do quadro “Jogo dos Pontinhos”, no “Programa Silvio Santos”, e vem tendo seu nome cogitado para retornar à apresentação do “Fofocalizando”. “Eu obedeço a ordens”, despista, ao ser questionada sobre a possibilidade.