Da redação JM

“Não foi Bolsonaro nem Moro que perderam, mas sim o Brasil”, disse o pastor. Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (22), o Governo Bolsonaro e o Ministro Sérgio Moro, sofreram derrota em uma articulação feita pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e conseguiram retirar o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça, comandado por Moro.

Dos 228 deputados que votaram a favor da retirada do COAF de Moro, uma boa parte pertencem a Bancada Evangélica. O Governo obteve apenas 210 votos e 4 foram abstenções. Entre os parlamentares que votaram contra Moro estão: O deputado Abílio Santana, (Bahia), pastor Sargento Isidório (Bahia), pastor João Campos (GO), deputado Otoni de Paula (RJ), André Ferreira  (PE), entre outros.

Malafaia detona

Logo após o resultado, o pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, falou em um vídeo sobre a “derrota que o povo brasileiro sofreu”.

Malafaia lembra que mesmo com seus defeitos, Bolsonaro tem cumprido ponto a ponto o que prometeu na campanha. Uma dessas promessas era o intenso combate à corrupção e por isso buscou ter o COAF no Ministério da Justiça, com Sérgio Moro.

VEJA TAMBÉM
Malafaia penhora igreja para obter empréstimo milionário, diz site

+ COAF – Saiba quem foram os deputados evangélicos que votaram contra Moro; confira

+ COAF – Quem foi o único deputado federal do Tocantins que votou a favor de Moro?

Ele questiona a todos os deputados: “estão com medo? têm rabo preso?”

Silas ainda ironiza os que votaram contra Moro dizendo que “todo mundo tem medo do doutor moro”.

Assista: