Da Redação JM Notícia

Pastor Pedro Lima Santos, ex-presidente da Convenção CIADSETA no Tocantins

O ex-presidente da Convenção Interestadual das Assembleias de Deus – CIADSETA, Pastor Pedro Lima Santos, usou as redes sociais nesta sexta-feira (24), para desabafar e condenar, o que segundo ele, não está certo: “Há pessoas que querem ser dono da igreja, mais isto não está certo. Deus cuida da igreja”,(sic) disse Lima.

Pedro Lima que é ex-secretário da CGADB e presidiu a instituição CIADSETA por 18 anos, afirmou em seu post que o dono da igreja é Jesus, e falou em consciência.

Questionado pelo JM Notícia o motivo da mensagem, o líder assembleiano disse que é notório em todo lugar, que alguns irmãos se acham donos da igreja, da convenção etc: “Só eles querem pregar, ensinar. O campo é o campo”, disse Lima.

Disputa no BICO Igreja faz campanha de oração para ministério “concorrente” deixar cidade no TO

Na tarde desta terça-feira (21), na região do Bico do Papagaio no Tocantins, um pastor, presidente de um certo ministério, revelou ao JM Notícia que em sua cidade algo inusitado aconteceu: um ministério assembleiano fez um campanha de 30 dias de jejum e oração para que ele fechasse a sua igreja e fosse embora da cidade.

VEJA TAMBÉM
Em nota, Pr. Paulo Martins lamenta falecimento do Pr. José Filho: “um grande líder de nossa Convenção”


pastor teria tido aos fieis que após a campanha ele mudaria de nome se eles (ministério concorrente) não fossem embora. Detalhe: a igreja, que é recém implantada na cidade, continua a todo vapor e o pastor afirmou que a obra de Deus não pode parar e que continuará evangelizando.Continue lendo após o banner


“Fomos enviado pela nossa Convenção para aquele lugar, compramos um lote e começamos a construir. Como já existe uma igreja bastante sólida na cidade, eles não aceitaram a nossa presença e fizeram campanha, mas continuamos firmes no propósito de fazermos o IDE de Jesus”, contou-me o pastor acompanhado de sua esposa.

“Nunca algo desse tipo. Uma igreja levantar campanha de oração para que outra igreja seja fechada”, lamentou o pastor.