Da redação JM

“Sou a favor sim. Que os evangélicos possam ir para as ruas porque nós somos cidadãos. É cidadania. É direito”, disse o pastor


Um dos líderes evangélicos mais influentes do país, o pastor Silas Malafaia, voz respeitada no segmento e fora dele, afirmou em vídeo divulgado na noite desta sexta-feira (24) que apoia as manifestações marcadas para amanhã, 26, em todo o país.

Sou a favor sim. Que os evangélicos possam ir para as ruas porque nós somos cidadãos. É cidadania. É direito”, disse o pastor.

COAF: Malafaia detona deputados que votaram contra Moro: “têm rabo preso?”

Mensagem profética sobre novo atentado contra Bolsonaro é criticada por Malafaia

PT cria evento para ‘evangélicos petistas’; “Piada”, diz pastor Malafaia

Malafaia ainda destacou que o povo pode se manifestar por um governo que tem compromisso em limpar o país, mesmo que tenha seus defeitos, principalmente em contraste com a esquerda que vai para as ruas defender “governo corrupto e ex-presidente que está na cadeia“.

VEJA TAMBÉM
Malafaia comemora escolha de Ricardo Velez para a Educação: 'Os esquerdopatas que se cuidem'

O pastor ressalta que a manifestação deve ser ordeira, pacífica e para o bem do país.

Assista AQUI

A manifestação

Temas relacionados à manifestação a favor do governo Bolsonaro estiveram entre os assuntos mais comentados do Twitter brasileiro nesta sexta-feira (24/05). Apoiadores do presidente convocam usuários a aderirem ao protesto marcado para domingo (26/05). 

Os atos favoráveis ao governo Jair Bolsonaro marcados para o próximo domingo, 26, têm causado divergência entre partidos, integrantes do PSL e apoiadores do presidente. Três assuntos, no entanto, são unânimes para a maior parte das pessoas que vão sair às ruas: a aprovação da reforma da Previdência, do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro e a votação da medida provisória 870, que trata da reforma administrativa e perde a validade em 3 de junho. Caso a MP caduque, o governo seria obrigado a recriar até dez ministérios