Da redação JM

Bolsonaro na Igreja Assembleia de Deus, em Goiânia (Foto: Bárbara Zaiden)

Em evento da Assembleia de Deus, em Goiânia, Jair Bolsonaro perguntou, sendo ovacionado:

“Será que não está na hora de termos um ministro do STF evangélico?”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) “estão legislando” ao discutir a equiparação de homofobia ao crime de racismo, e questionou nesta sexta-feira (31) se não estaria na hora de a Corte ter um magistrado evangélico.

+ Bolsonaro é ovacionado por fiéis na AGE da Conamad: “mito”

“Com todo respeito ao Supremo Tribunal Federal, eu pergunto: existe algum, entre os 11 ministros do Supremo, evangélico? Cristão assumido? Não me venha a imprensa dizer que eu quero misturar a Justiça com religião. Todos nós temos uma religião ou não temos. E respeitamos, um tem que respeitar o outro. Será que não está na hora de termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico?”, disse.

A declaração do presidente recebeu aplausos do público de um evento na Assembleia de Deus Ministério Madureira, em Goiânia.