Queimado vivo por terroristas, cristão iraquiano testemunha milagre

O homem disse que depois de apedrejá-lo, os membros do ISIS o encharcaram em 20 galões de gasolina para que fosse queimado vivo

0

Da redação JM

queimado vivo
“E eles me queimaram, mas eu não queimei”, disse ele, creditando a Jesus por sua sobrevivência milagrosa.

Um cristão iraquiano queimado vivo experimentou uma série de milagres enquanto era perseguido por sua fé pelo ISIS. Isso inclui um encontro com Jesus e tentativas de sobrevivência de terroristas para queimá-lo vivo – três vezes.

Ele foi entrevistado para um documentário , “Heart and Hands: Iraq”, de Sean Feucht. Nele, Feucht viaja pelo mundo para ouvir as histórias daqueles perseguidos por sua fé.

Testemunho do homem queimado vivo

Em uma prévia do documentário, o homem revela que houve “pressão” do ISIS para se converter ao Islã. Mas em meio a perseguição, Jesus apareceu para ele em um sonho.

+ Professor cristão é demitido por não usar pronome exigido por estudante transgênero

“Graças a Deus por isso”, disse ele. “Ele falou comigo… [mas] não posso dizer o que Ele disse. É uma promessa entre mim e Cristo.

“Eu perguntei a Jesus uma coisa”, ele continuou. “E ele me respondeu.”

Mais tarde na entrevista, ele revelou que uma vez que o ISIS descobriu que ele era cristão e começaram a apedrejá-lo.

“Eles estavam me batendo com grandes pedras no meu corpo”, lembrou ele. “As pedras estavam bem, não me afetando.”

O homem disse que depois de apedrejá-lo, os membros do ISIS o encharcaram em 20 galões de gasolina. Mas mesmo que ele tenha sido queimado vivo um total de três vezes, ele disse que de alguma forma sobreviveu ileso.

“E eles me queimaram, mas eu não queimei”, disse ele, creditando a Jesus por sua sobrevivência milagrosa.

O homem Yazidi foi um dos muitos cristãos entrevistados por Feucht, que acredita que ele é “chamado aos lugares mais perseguidos, fechados, escuros e marginalizados”, relata a Fox News.

Feucht disse que é encorajado pelo crescimento da igreja no Iraque, China e Índia – três países onde é mais difícil ser cristão, de acordo com o Open Doors USA.

(Com The Christian Post)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here