Da redação JM

Michelle, Bolsonaro, Macri e Juliana Awada
NATACHA PISARENKO/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Michelle Bolsonaro viajou pela primeira vez ao lado do presidente Jair Bolsonaro, em visita oficial à Argentina.

A primeira-dama evangélica teve uma agenda própria em Buenos Ayres. Ela discursou na abertura da 2ª Cúpula Global sobre Deficiência, onde fez um apelo pelos direitos e pela inclusão total das pessoas com deficiência na sociedade.

Usando um casaco cinza sobre vestido preto, Michelle abriu a reunião junto com a primeira-dama argentina, Juliana Awada, e a vice-presidente desse país, Gabriela Michetti, que é paraplégica.

+ Michelle Bolsonaro chora ao encontrar jovem com doença rara na Bahia

+ Michelle Bolsonaro e Bruna Karla realizam ação social com crianças carentes

“É o nosso dever agir para fortalecer os direitos das pessoas com incapacidade, a defesa da pessoa humana, a inclusão política e também nos serviços públicos como educação e transporte”, afirmou Michelle.

Além disso, acrescentou que “combater as discriminações é um fator estratégico para conseguir a participação igualitária de pessoas incapacitadas em processos decisivos em nossos países”.

VEJA TAMBÉM
Michelle Bolsonaro se despede do ministério em que servia no RJ

No evento, Michelle considerou que os países precisam “respeitar melhor as diferenças”, e celebrou o fato de que eventos como a cúpula sirvam para “mobilizar” nesse sentido.

“No Brasil, estamos trabalhando para consolidar a regulamentação da lei brasileira de inclusão”, destacou a primeira-dama sobre uma norma que, segundo ela, favorecerá “o exercício das liberdades fundamentais” das pessoas com incapacidade e que demonstra o “compromisso” do governo de seu marido com este setor da população.

Antes de deixar o local, Michelle Bolsonaro conversou de maneira breve com várias pessoas que se aproximaram para agradecer-lhe por seu trabalho. Após o evento, ela participou de uma visita à Casa Rosada, conduzida pela primeira-dama argentina.

Discreta

Sempre discreta, Michelle usou a mesma roupa em todos os eventos que participou no período da manhã. Nenhum profissional de maquiagem ou cabeleireiro a acompanha durante a visita à Argentina. 

(Com R7)