Redação JM Notícia

Uma força-tarefa será criada no Distrito Federal para poder cumprir uma determinação do governador Ibaneis Rocha: destinar áreas para templos religiosos em todos os novos empreendimentos habitacionais.

“A gente precisa planejar esses espaços com áreas para igrejas, escolas, postos de saúde e comércio”, disse o governador. “Não podemos deixar nada de lado. Tudo é muito importante para a comunidade”, completou ele segundo informações do Jornal de Brasília.

A determinação foi dada após uma reunião entre Ibaneis, o arcebispo de Brasília, Dom Sérgio da Rocha, e o bispo auxiliar Dom Marcony Vinícius Ferreira.

Saiba + Governo do DF manda derrubar templo da Assembleia de Deus em Vila Planalto

Saiba + Governador que mandou derrubar mais de 30 igrejas perde a reeleição no DF

O decreto que garantirá terrenos para igrejas será elaborado por pelo menos quatro órgãos, entre eles a Coordenação de Assuntos Religiosos e Terceiro Setor. “Não podemos mais ter invasões ou áreas sem igrejas. É de interesse do governo e da sociedade que sejam reservados esses espaços de forma ordenada”, declarou Kildare Meira, coordenador de Assuntos Religiosos.

VEJA TAMBÉM
Cristãos devem possuir armas para autodefesa? Pastores comentam

A decisão de Ibaneis é contrária ao do ex-governador Rodrigo Rollemberg que chegou a demolir várias igrejas, ganhando o desafetos de importantes líderes religiosos.

Igreja derrubada pelo ex-governador Rodrigo Rollemberg

O bispo Manoel Ferreira, presidente de honra da CONAMAD, chegou a gravar um vídeo criticando a atitude de Rollemberg. O líder religioso criticou a demolição de uma templo da Assembleia de Deus em Vila Planalto.

Ferreira foi até o local da igreja tentar impedir a demolição, mas não foi ouvido. “O que tem aqui é exatamente a força do mais forte”, declarou Manoel Ferreira. “Como o governo é forte, ele está derrubando tudo o que pertence aos mais pobres. Aqui é um bairro pobre, sem nenhuma possibilidade e infelizmente é isso que estamos vendo“, criticou.