Da redação

Filipe Fernandes (DC) destacou que é muito importante que o Poder Executivo tome providências em relação ao assunto, pois é um caso de saúde pública

Na sessão ordinária de terça feira, 11, na Câmara de Palmas, os vereadores mostraram preocupação em relação ao grande número de queimadas, que ocorrem em toda a cidade durante este período do ano. Além de serem prejudiciais à comunidade, colocam a fauna e a flora em risco.

O vereador Filipe Fernandes (DC) destacou que é muito importante que o Poder Executivo tome providências em relação ao assunto, pois é um caso de saúde pública. “Os habitantes do pé da serra, à beira do lago, na estrada que liga Palmas a Lajeado, bem como os moradores de Taquaruçu grande, passam muito mal nessa época com a incidência do fogo e da fumaça” lamentou.

+ Câmara de Palmas realiza sessão solene em homenagem ao Dia do Pastor

Bombeiros Civis

Além disso, Fernandes contou que a Prefeitura publicou um edital de contratação de brigadistas para trabalharem no combate às queimadas. O parlamentar sugeriu que as vagas disponíveis sejam preenchidas pelos bombeiros civis, que atualmente são mais de 500 profissionais formados na cidade. Isso seria importante para que os civis possam coordenar esse trabalho, que é de prevenção. “Precisamos oportunizar as pessoas que tem o curso na área, pois a lei 11.901/2009 que regulamenta a profissão do bombeiro civil em âmbito nacional” defendeu o vereador.

VEJA TAMBÉM
Promotora diz que projeto parado na Câmara de Palmas prejudica ações de vigilância sanitária

Em aparte, o vereador Etinho Nordeste (PTB) explicou que a Defesa civil já está se mobilizando na região de Taquaruçu grande. “Eles estão criando uma base para atender as necessidades da região, através de associações, para combater essas queimadas. Quanto aos bombeiros civis, é uma mão de obra qualificada para atender essas e outras demandas que vierem a ocorrer” finalizou.  

Casa de Apoio em Barretos

Em seguida, ao usar a tribuna, o vereador Milton Neris (PP) chamou atenção para a situação dos pacientes que fazem tratamento contra o Câncer em Barretos, em São Paulo, e sugeriu que a Prefeitura de Palmas viabilize um espaço para receber as famílias que buscam o tratamento. “Palmas tem muitos pacientes fazendo tratamento em Barretos, e muitos não dispõem de condições financeiras para se hospedarem em hotéis ou pousadas. Se alugarmos uma casa, república, ou outro espaço para atender as famílias, irá diminuir o sofrimento de todos. Seria uma solução e um gesto importante da gestão de Palmas com muitos que lutam contra essa doença que não é fácil” conclamou.

VEJA TAMBÉM
Milton Neris relata indignação com a palestra sobre sexualidade na ETI Anísio Spínola Teixeira

Neris ressaltou que se reunirá com a coordenação do Hospital do Amor em Palmas, para discutir o assunto e viabilizar uma forma de dar o suporte aos pacientes.